O papel do mobile na estratégia de Trade Marketing

O papel do mobile na estratégia de Trade Marketing

O Trade Marketing, ou o conjunto de ações focadas no contato entre os consumidores e a sua marca por meio dos canais de distribuição, representa uma das mais poderosas estratégias para impulsionar as demandas de vendas para o consumidor final com uma estratégia B2B (business to business) de empresa para empresa.

Em um mercado cada vez mais saturado, uma boa estratégia de Trade Marketing pode ser a diferença entre o sucesso ou não de um produto.

E o uso de tecnologias tem um papel crucial para aumentar a visibilidade dos produtos no PDV e promover uma experiência inesquecível para o consumidor.

De acordo com uma pesquisa do Mobile Association Marketing, 78% da população ativa no Brasil tem um smartphone. A popularização do acesso à internet faz com que os profissionais estejam sempre buscando usar a tecnologia a seu favor.

Tecnologia e Trade Marketing

A tecnologia é um grande acelerador das ações de Trade Marketing. Ela é capaz de melhorar a gestão de equipes, do potencial dos vendedores e dos PDVs; controlar de forma mais eficaz o estoque e o fluxo de vendas; contribuir para um melhor posicionamento dos produtos, entre muitas outras ações que colaborem para o mesmo objetivo: aumentar as vendas gastando menos.  

Segundo um levantamento da AMPRO – Associação de Marketing Promocional em parceria com a Omelete Consultoria, os varejistas consideram os materiais em PDVs, promotores e tecnologia como as estratégias de maior expressão para o setor.

Apesar disto, 71% dos entrevistados dizem que a tecnologia que utilizam hoje não atende às suas necessidades. Para o diretor do Comitê de Trade Marketing da AMPRO, os varejistas estão abertos para contribuir, inclusive com a troca de dados. Essa colaboração entre varejo, indústria e agências já ocorre há mais de uma década no mercado americano.

É preciso que os profissionais de Trade Marketing entendam que a tecnologia é sinônimo de agilidade para a informação e que devem usar todos os recursos disponíveis para o sucesso de sua estratégia.

É preciso que os profissionais de Trade Marketing entendam que a tecnologia é sinônimo de agilidade para a informação e que devem usar todos os recursos disponíveis para o sucesso de sua estratégia.
Internet Smartphone Phone Mobile Communication

O uso do mobile no Trade Marketing

Quem ainda enxerga o mobile como tendência, precisa saber de uma vez por todas, que seu uso é uma realidade e não algo a ser pensado para pôr em prática no futuro.

Em um mundo onde 9 entre 10 brasileiros possuem um smartphone, o profissional de Trade Marketing deve entender que esse fato é de extrema relevância para o setor, e deve ser visto com um desafio real e atual.

Como utilizar as ferramentas tecnológicas para captar a atenção do usuário e compactá-lo com a sua marca? Como apresentar conteúdo relevante, que acompanhe a velocidade das informações e que fidelize o cliente?

Para encontrar as respostas para essas perguntas, é necessário entender que a venda começa muito antes do consumidor se dirigir ao PDV.

Basta que ele faça uma pesquisa em seu smartphone e toda informação de que ele necessita estará ao toque de uma tela. Ou seja, ele não precisa mais ir ao PDV em busca do que precisa. Ou se vai, já chega “determinado” a comprar um produto específico, baseado no que viu nas redes sociais ou nos preços que comparou, por exemplo.

Em uma rápida pesquisa ele pode identificar motivos para comprar ou não o produto, que variam de preço, qualidade, disponibilidade, etc.

O comportamento do consumidor muda a todo momento e a melhor maneira de entender os efeitos de cada ação realizada é acompanhar isso de perto.

Deu para perceber o peso que a tecnologia, principalmente as relacionadas ao uso do mobile, tem na estratégia de Trade Marketing?

Através do uso de aplicativos no mobile, o profissional ganha em qualidade e agilidade na roteirização da equipe e acompanhamento de sua localização, no agendamento de tarefas, no monitoramento e evolução dos resultados, na comunicação entre gestores e sua equipe, entre outros.

Vamos ver alguns exemplos de como o uso do mobile pode melhorar a estratégia de Trade Marketing

Otimização das vendas

O uso da tecnologia ajuda não só a organizar os dados da performance de cada produto em seu canal de venda, como também permite o planejamento de ações direcionadas a cada PDV.

Com um smartphone em mãos, o profissional consegue armazenar dados suficientes para identificar oportunidades e selecionar os produtos de acordo com perfil da loja e do shopper.

Controle da entrada e saída de produtos

Foi-se a época em que as informações logísticas de entrada e saída dos produtos eram guardados em cadernos de anotações.

Aplicativos instalados em smartphones são a melhor solução para evitar que informações se percam em inúmeras planilhas e diferentes documentos. Softwares que controlam em tempo real a movimentação de produtos facilitam o controle e garantem agilidade aos processos.

Além deste controle, o uso do mobile também pode coletar informações como: o espaço que cada produto ocupa no PDV, dados sobre a concorrência, quais foram os produtos devolvidos e com defeitos, e o desempenho da estratégia utilizada.

Criação de uma base rica com dados coletados dos clientes

Não basta só coletar dados de clientes e ficar com um monte de informações não estruturadas ou não aproveitadas.

Com a ajuda de um software de Trade Marketing, é possível construir uma base de dados e descobrir, atender e criar novos desejos aos clientes.

Leia também: 5 tendências e inovações que você precisa conhecer

É preciso que os profissionais de Trade Marketing entendam que a tecnologia é sinônimo de agilidade para a informação e que devem usar todos os recursos disponíveis para o sucesso de sua estratégia.

Notas finais

O uso das tecnologias disponíveis no mobile é essencial para quem quer ter sucesso na estratégia de Trade Marketing. Além de facilitar a comunicação do gestor com suas equipes de campo, a utilização de um aplicativo pode otimizar as vendas, fazer um melhor controle da entrada e saída de produtos, coletar e armazenar dados, entre outros.

Quem usa o mobile a seu favor ganha agilidade de informação e assertividade nas ações executadas.

Em um mundo cada vez mais conectado, o profissional de Trade Marketing precisa buscar ferramentas tecnológicas para captar a atenção do usuário e impacta-lo com a sua marca e sua presença digital.

Apresentar conteúdo relevante, que acompanhe a velocidade das informações e fidelizar o cliente são desafios de quem atua nesta área.

Portanto, quem não acompanhar as tendências e inovações no mercado, vai ficar para trás.

Autor: rafaello
Publicado há 3 anos

mail_outline
Assine a Newsletter e receba conteúdos exclusivos por e-mail

As pessoas também estão lendo...